Bereshit – Gênesis: O homem criou Deus Uma perspectiva ao mundo como conhecemos

A ORIGEM DE TUDO

Texto: Bispo Jimmy Lemos - Maharish Ganesha Ishaya

Pensar na cabeça de um ateu pode ser um desafio aos teístas (aqueles que creem em Deus).
A Bíblia, mais especificamente na Torá (Pentateuco), afirma que “Deus (Elohim) criou o homem sua(s) imagem(ns) e semelhança”, grifo nas formas plurais pois Elohim é uma forma plural, mas voltemos à frase, em certas línguas a ordem das palavras pode ser invertida sem mudar o significado, assim se o “escritor” deseja-se ter dito: “o Homem criou o(s)Deus(es) (Elohim) sua imagem e semelhança”.

Como Bereshit (Gênesis) descreve o início de tudo, toda a Bíblia Judaico-cristã passaria a fazer outro sentido, já que o Deus descrito naqueles páginas foi uma mera criação da necessidade do homem de sanar um vazio interior, todos os atos aparentemente humanos e não divinos seriam de fato humanos, já que o Deus (ou Deuses) foi criado a exata imagem e semelhança do homem, assim Deus: caminha pelo Éden e seus passos são ouvidos, se cansa e precisa descansar, se admira do que fez, se arrepende do que fez e caprichosamente destrói tudo, tem filhos favoritos, luta em pessoa com um deles e ao ser derrotado da um novo nome ao filho (de Jacó para Israel), escreve com seu dedo 10 leis que todos devem seguir, mas em seguida Ele pede que matem embora houvesse proibido que se matasse (o homem também é meio assim né?!), após muitas idas e vindas ele pede muitos sacrifícios de animais puros e perfeitos, até que ele manda seu primeiro filho nascido antes de todos outros que viesse à terra e para completar “esse mesmo Deus que ao mesmo tempo é três” pede que seu filho ou ainda pior, parte dEle mesmo se sacrificasse para que o Pai (que ao mesmo tempo é o filho) perdoasse toda a humanidade, por causa do pecado do segundo filho e filha cometeram lá no início, quando o Homem criou Deus (ou os Deuses).

Mas toda esta maravilha “cosmogônica” ou “antropocêntrica” não termina por aí, como são Deuses e não Deus, e ao que parece esse Deus tem múltiplas personalidades, já que muda tanto de opinião e ação, uma destas Personalidades se sobressai, e toma conta de todo o processo, inspirando a posteriori “O médico e o monstro”, está Personalidade é tão atrativa, que deve ser chamada de “Todo Atrativo”, ou em Sânscrito (língua antiga falada pelo homem criador) de Krishna, mas Krishna não passa a ser somente Deus, sua personalidade é suprema e encanta a mente de todos, e passa a ser a Suprema Personalidade de Deus! Desta forma criador e criatura se fundem, e seu mais importante órgão, o cérebro criador, cria a partir da substância informe Deus e Este toma posse de todo o universo. Mas o mais importante é que o homem se esqueceu que por um pequeno deslize nas palavras tudo foi transformado, de fato ele não se esqueceu, ele anotou, mas ninguém consegui entender que “no princípio era a palavra e a palavra se fez carne e habitou (e habita) entre nós”.

Texto: Bispo Jimmy Lemos  - Maharish Ganesha Ishaya

Não existe Judaísmo messiânico – Jesus não é o Messias Ele é Deus Jesus é Deus não um simples Messias

20 razões bíblicas que negam que Jesus seja o Messias Judaico:

img_09231 - O Mashiach terá um pai biológico humano - Será descendente pelo lado paterno do Rei David.
Onde nas escrituras: - Isaías 11:1-10; Jeremias 23:5; Ezeqiel 34:23-24; 37:21-28; Jeremias 30:7-10; 33:14-16; e Oseas 3:4-5
A ancestralidade de Jesus (contradizendo as escrituras) não pode ser traçada, visto que segundo a teologia cristã, Jesus não era filho de José, marido de Maria.

2 - A ancestralidade do Mashiach será somente através do Rei Salomão (Shelomo)
Onde nas escrituras: 2º Samuel 7:12-17; Primeiro Crônicas 22:9-10
Mas Jesus, segundo um texto cristão (Lucas 3:31) era descendente de Natan, um outro filho do Rei David, e não do Rei Salomão.

3 - O Meshiach não terá ancestralidade com Joaquim, Jaconias ou Salatiel.
Onde nas escrituras: 1° Crônicas 3:15-17; Jeremias 22:18, 30
Mas de acordo com Mateus 1:11-12 e Lucas 3:27, Jesus era descendente de Salatiel.

img_09244 - O re-estabelecimento da dinastia David, que jamais cessará
Onde nas escrituras: Daniel 7:13-14
Mas Jesus não teve filhos, nem estabeleceu reinado algum, assim.

5 - Uma era de paz eterna entre todos os povos e todas ás nações
Onde nas escrituras: Isaías 2:2-4; Miquéias 4:1-4; Ezequiel 39:9
Obviamente não temos paz, e infelizmente muitas guerras foram proclamadas em nome de Jesus.

6 - Todos povos convertidos ao monoteísmo.
Onde nas escrituras: Jeremias 31:31-34; Zacarias 8:23; Isaías 11:9; Zacarias 14:9, 16
O mundo está embebido na idolatria, inclusive idolatrando Jesus como um deus, comportamento anti-bíblico já que D'us ordenou nos seus preceitos que só Ele pode ser adorado. E obviamente Jesus não é D'us.

7 - Reconhecimento que só D'us é D'us
Onde nas escrituras: Isaías 11:9
Obviamente o mundo ainda não reconheceu D'us como o único D'us.

8 - O mundo se tornará vegetariano
Onde nas escrituras: Isaías 11:6-9
Obviamente o mundo não é vegetariano.

9 - Reunião das doze tribos de Israel
Onde nas escrituras: Ezequiel 36:20
Infelizmente as dez tribos continuam desaparecidas.

10 - Reconstrução do Templo
Onde nas escrituras: Isaías 2:2; Ezequiel 37:26-28
Obviamente o templo não foi reconstruído. Jesus não teria esta possibilidade já que, quando viveu, o segundo templo ainda existia.

11 - Na haverá fome no mundo
Onde nas escrituras: Ezequiel 36:29-30
Não precisamos olhar para a África para perceber que o mundo anda faminto, basta olhar pra dentro de nosso país.

12 - A morte cessará
Onde nas escrituras: Isaías 25:8
Obviamente a morte não cessou. E mais óbvio ainda, Jesus não cessou a morte.

13 - Ressurreição dos mortos
Onde nas escrituras: Isaías 26:19; Daniel 12:2; Ezequiel 37:12-13; Isaías 43:5-6
Obviamente Jesus não ressuscitou os mortos.

14 - As nações ajudarão materialmente os Israel
Onde nas escrituras: Isaías 60:5-6; 60:10-12
O que vemos é muitas nações querendo destruir Israel, ou no mínimo, antipáticas a existência de um estado judeu. Em nome de Jesus, as nações perseguiram os judeus por séculos.

15 - As nações irão aos judeus para orientação espiritual.
Onde nas escrituras: Zacarias 8:23
Obviamente isto não acontece. Em boa medida os não judeus querem é converter os judeus, principalmente os crentes em Jesus.

16 - Todas as armas serão destruídas
Onde nas escrituras: Ezequiel 39:9, 12
Obviamente Jesus não destruiu nenhuma arma. Veja o mundo que temos hoje, pousando sobre toneladas de armas atómicas de destruição em massa.

17 - O Nilo secará
Onde nas escrituras: Isaías 11:15
Obviamente Jesus não secou o Nilo.

18 - As árvores darão frutos mensalmente
Onde nas escrituras: Ezequeil 47:12
Obviamente isto não acontece, mesmo hoje, com a transgenia de alimentos. Jesus, ao contrário, amaldiçoou uma árvore frutifera, uma figueira.

19 - As tribos de Israel receberão de volta as terras herdadas de D'us
Onde nas escrituras: Ezequeil 47:13-13
Obviamente isso não aconteceu pois, quando Jesus "viveu" já não se tinha notícias sobre as tribos desaparecidas. Ainda hoje os não judeus querem tomar a terra de Israel.

20 - As nações da terra reconhecerão suas injustiças com o servo Israel.
Onde nas escrituras: Isaías 52 e 53
Obviamente isso não aconteceu.

Nada disto aconteceu, por esta razão Ele não é o Messias e nem tem que ser pois Jesus é o próprio Deus, o Messias ainda está por vir!